Cumprir aviso prévio
Beirith Advogados

Beirith Advogados

Cumprir Aviso Prévio – Como Funciona e Pagamentos

Dúvidas sobre cumprir o aviso prévio, funcionamento, pagamentos e aviso prévio indenizado? Veja neste conteúdo tudo sobre cumprimento do aviso prévio

Como Cumprir o Aviso Prévio nos casos de Demissões ou Aviso Prévio Indenizado

Cumprir o aviso prévio é exigência legal e em ambos os casos, seja na demissão com justa causa ou sem justa causa o aviso prévio é devido. A garantia do cumprimento do aviso prévio serve para ambas as partes, no caso da demissão por parte do empregador, para que o funcionário não seja avisado desprevenidamente, já na pedida pelo empregado, para que o padrão consiga encontrar um substituto e evitar problemas na produção.

Cumprir aviso prévio
Cumprir aviso prévio

Quando se trata de cumprir aviso prévio dúvidas como: carga horário, período mínimo de 30 dias, sair mais cedo, aviso prévio indenizado e a baixa na carteira são frequentes.

Conheça mais sobre como funciona cumprimento do aviso prévio e o seu pagamento.

O que é o aviso prévio

O aviso prévio corresponde ao período entre o pedido de demissão e a efetiva saída da empresa. Visa evitar que o empregado ou o empregador sejam atingidos desprevenidamente. O prazo mínimo do cumprimento do aviso prévio é de 30 dias, podendo se estender em até 90 dias.

Ao cumprir o aviso prévio o empregado trabalhará normalmente.

Cumprir Aviso Prévio na Demissão Sem Justa Causa

Na demissão sem justa causa o empregado deve cumprir o aviso prévio com uma redução de jornada de trabalho ou carga horária de 2 horas. Esta previsão legal constante no artigo 488 da CLT prevê ainda que a redução da jornada não pode acarretar qualquer prejuízo/diminuição no salário do empregado.

O empregado pode, ainda, cumprir apenas 23 dias de aviso prévio e, consequentemente, faltar os últimos 7 dias. Mas cuidado, neste caso, é preciso trabalhar 8 horas diárias.

A redução de jornada de 2 horas diárias é obrigação do empregador, caso não seja concedida, poderá o empregado exigir o pagamento como hora extra ou até mesmo ser considerado sem efeito o aviso prévio.

Cumprir Aviso Prévio na Demissão com Justa Causa

No caso da demissão por justa causa inexiste o cumprimento do aviso prévio, seja indenizado ou trabalhado.

Quando se trata de uma demissão por justa causa o empregado não pode mais trabalhar ou exercer suas atividades na empresa.

Assim, não se tem o que falar em aviso prévio na demissão com justa causa. Caso o empregado seja demitido sem motivos para demissão com justa causa poderá o empregado ingressar com uma reclamatória trabalhista para “converter” em rescisão indireta (sem justa causa ou justa causa do empregado), recebendo os seus direitos trabalhistas.

Veja mais sobre o pagamento dos direitos trabalhistas no conteúdo sobre acerto trabalhista – Como Funciona.

Pedido de Demissão – Cumprir Aviso Prévio

Quando o funcionário pede demissão terá de cumprir o aviso prévio por no mínimo 30 dias, sem a possibilidade de redução de jornada.

Acontece que a redução de jornada em 2 horas diárias se dá pelo fato de que o funcionário terá de procurar um novo emprego para arcar com sua subsistência, existindo o entendimento de que, ao pedir demissão, o empregado já teria outra oportunidade de emprego.

Você pode gostar:

Aviso Prévio Indenizado

O aviso prévio pode ser indenizado, deixando de existir a necessidade do seu cumprimento. Neste caso, a empresa dispensará o empregado e efetuará o pagamento do valor correspondente ao aviso prévio, exatamente o quanto iria receber se trabalhasse os 30 dias.

Na CTPS, o preenchimento da data de demissão deve ocorrer da seguinte forma:

  1. Página relativa ao contrato de trabalho: Último dia projetado para o aviso prévio (contando os 30 dias).
  1. Anotações gerais: Data do último dia efetivamente trabalhado (dispensa).

E o que acontece se o empregado não cumprir o aviso prévio?

Se eu não cumprir aviso prévio?

Se você não cumprir o aviso prévio, terá de indenizá-lo, ou seja, efetuar o pagamento correspondente ao aviso prévio. Esta é uma prática perfeitamente possível, caso o empregado deseje dispensa do seu aviso prévio, pode efetuar o pagamento do valor correspondente a um salário.

Pagamento do aviso prévio indenizado

O pagamento do aviso prévio indenizado deve acontecer em até 10 dias subsequentes à demissão.

Carga Horária do Aviso Prévio

A carga horária ao cumprir o aviso prévio deve sofrer uma redução de 2 horas, em caso de demissão sem justa causa. Já na demissão por justa causa não se tem o que falar em aviso prévio.

Se o empregado pedir demissão, inexiste a redução de jornada, devendo trabalhar normalmente de acordo com a sua carga horária.

O aviso prévio indenizado desincumbe o empregado do aviso prévio.

Dúvidas sobre o cumprimento do aviso prévio? Deixe nos comentários ou entre em contato.

Seu nome*

Seu telefone*

Sua Cidade*

Seu e-mail*

Assunto*

Resumo do caso

Compartilhe este post!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email