calculo fgts
Beirith Advogados

Beirith Advogados

Cálculo FGTS Para Fazer em Casa

O cálculo FGTS pode ser feito em casa, por você, é só aprender como calcular o fgts e a multa de 40%. Confira neste conteúdo exemplos eu m passo a passo
calculo fgts
Como fazer o calculo do FGTS

O cálculo do FGTS permite ao trabalhador saber exatamente quanto tem disponível em sua conta vinculada ao FGTS e se programar para sacar. Afinal, após a demissão, terá um período desempregado e precisará de dinheiro.

O FGTS (Fundos de Garantia por Tempo de Serviço) é um depósito pelo empregador a uma conta vinculada ao FGTS realizado todo o mês para o indivíduo que trabalha com carteira assinada e que tem o direito de sacá-lo em determinadas situações.

O objetivo do fundo de garantia é proteger o trabalhador quando a relação de trabalho com a empresa é encerrada. Você quer saber quanto tem de dinheiro no FGTS para receber caso seja demitido? Acompanhe abaixo como calcular o FGTS:

Como Funciona o Cálculo FGTS Mensal

O cálculo FGTS mensal é bem simples. No início de cada mês, o empregador tem a obrigação de depositar o valor do FGTS na conta da Caixa do empregado, que equivale a 8% de todo o salário.

Este percentual de 8% não é recolhido somente do salário mensal recebido pelo funcionário, mas também incide sobre os valores das horas extras, trabalho noturno, adicionais de periculosidade e insalubridade, 13º salário, valor das férias, aviso prévio indenizado ou trabalhado.

Como Calcular o Valor do FGTS

Você quer descobrir quanto a empresa deposita de FGTS na sua conta mensalmente? Para fazer o cálculo FGTS mensal é necessário saber o valor total do seu salário atual e demais valores que estão acoplados a ele. Veja o exemplo de cálculo FGTS depositado:

Considere um trabalhador que tem um salário mensal de R$ 1.000,00, recebe uma comissão de R$ 300,00 e hora-extra de R$ 50,00. Primeiramente, você faz a soma: 1.000,00 + 300,00 + 50 = R$ 1.350,00.

Na próxima etapa, você deve multiplicar o salário pela alíquota FGTS: 1.350,00 x 8% = 108,00. Ou seja, o valor da parcela de FGTS depositada pelo empregador mensalmente é de R$ 108,00. Para saber o total disponível em sua conta, basta somar o total de meses trabalhados. Nesse caso, um trabalhador que foi demitido com 4 anos de empresa tem um FGTS de R$ 5.184,00.

Cálculo da Multa de 40% sobre o saldo de FGTS

calculo fgts da multa 40O trabalhador que é demitido sem justa causa tem o direito de sacar todo o valor do FGTS que está depositado na sua conta. Nos casos em que o empregador demite o trabalhador sem justa causa, ele tem a obrigação de realizar o pagamento de uma multa, que equivale a 40% de todo o valor que já foi depositado na conta do FGTS. Citando o exemplo anterior em que o total do FGTS é R$ 5.184,00, se o trabalhador fosse demitido sem justa causa, o empregador teria que fazer um depósito de R$ 2073,60. Assim, o FGTS sacado seria de R$ 7.257,60.  

O Que é o FGTS

O FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) é um depósito mensal feito ao empregado no valor de 8% do salário bruto recebido. O empregador tem a obrigação de realizar o depósito em uma conta bancária na Caixa Econômica Federal em nome do empregado. O FGTS foi criado com o objetivo de auxiliar os trabalhadores nos casos em que são demitidos ou ocorre outro tipo de desligamento com a empresa contratante como, por exemplo, catástrofes naturais e doenças. Este benefício não é descontado do salário do empregado, pois é um dever do empregador.

O benefício do FGTS foi criado em 1966 e regulado por uma lei federal, inicialmente era apenas uma garantia de que o trabalhador teria estabilidade, pois quando o empregado completava 10 anos de empresa não poderia ser demitido, exceto por justa causa. O recebimento do FGTS é um direito dos trabalhadores rurais e urbanos, que estão contratados através do regime da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho), empregados domésticos e trabalhadores avulsos. O FGTS não é concedido apenas aos trabalhadores autônomos ou individuais.

Quando FGTS Pode Ser Sacado

Antes de aprender a fazer o calculo exato do FGTS, você deve saber quando é possível sacá-lo. Pois bem, o empregado pode receber o FGTS quando é demitido sem justa causa, quando o prazo do contrato termina, quando é demitido por falência da empresa, rescisão de contrato por força maior, na aposentadoria, em caso de necessidade pessoal causada por desastres naturais, na suspensão do trabalho avulso e no falecimento do trabalhador.

O trabalhador brasileiro também tem direito de sacar o FGTS quando tem 70 anos ou mais, se é portador do vírus HIV, quando o empregado ou dependente tiver câncer ou outra doença em estado terminal, se tiver ficado 3 anos fora do regime do FGTS, na amortização, liquidação de saldo devedor e pagamento de parte das prestações de sistemas imobiliários e para comprar a moradia própria.

Como Sacar o Dinheiro do FGTS

Ao ser demitido, o trabalhador deve ir até a uma agência da Caixa Econômica Federal com a carteira de trabalho e o número do PIS/PASEP, e os dados da sua conta e solicitar o saque do valor depositado de FGTS pelo empregador. Nos casos em que o saque do FGTS é igual ou inferior a R$ 1.500,00,  esta ação pode ser feita nas casas lotéricas, Correspondentes Caixa Aqui, nas salas de autoatendimento e nos postos de atendimento eletrônicos.

Fique Atento a Solicitação do FGTS

Quando o empregado é demitido pelo empregador sem justa causa, cabe a ele fazer um comunicado do ocorrido à Caixa Econômica Federal, utilizando um canal eletrônico de conectividade social para que o seu ex funcionário possa receber o valor deposito referente ao FGTS.

Depois de até 5 dias do comunicado, o trabalhador poderá sacar o seu benefício. Nos demais casos em que não ocorre a demissão, mas a pessoa precisa sacar o FGTS, a solicitação de saque pode ser feita por ela mesma ou por um representante legal.

Dúvidas sobre o seus valores de FGTS ou problemas com o trabalho? Entre em contato!

Seu nome*

Seu telefone*

Sua Cidade*

Seu e-mail*

Assunto*

Resumo do caso

Compartilhe este post!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email